[BR] Resenha de Liga da Justiça nº 80 (Crise Final tie-in)

jla-21-cover-largeO primeiro tie-in da Crise Final também já saiu no Brasil, neste mês de julho, dentro da revista Liga da Justiça #80 da Panini, já que se trata, originalmente, de Justice League of America #21, escrita por Dwayne McDuffie e desenhada por Carlos Pacheco.

A história é realmenete muito boa, e introduz de forma interessante dois personagens que terão sua importância dentro do evento: Libra e Flama Humana. O escritor certamente foi instruido pelo arquiteto do evento, Grant Morrison, de como lidar com eles e a Liga da Justiça aqui, fazendo um trabalho muito bom e coeso, com início, meio e fim nesta mesma história.

Após tentar capturar o Flama Humana, a Moça-Gavião e o Arqueiro Vermelho são hostilizados pelo Libra, que consegue derrotá-los de forma extremamente fácil. Este então mostra uma nova chance de vida ao Flama Humana, seguindo seus ensinamentos e a ordem do mal da Bíblia do Crime. No dia seguinte, o Tornado Vermelho explica aos justiceiros quem é Libra – retomando sua historia original de Justice League of America #111-112, de 1974, com roteiros de Len Wein – demonstrando o quão grandioso esse vilão pode ser para a equipe.

Enquanto isso, a Trindade resolve problemas internos mais sérios da equipe, ignorantes aos grandes eventos que estão por vir.

A aventura foi muito boa e se conectou bem ao evento. Não é uma leitura extremamente recomendada, mas vale muito a pena caso haja interesse =D

Referências e Anotações:

13-Primeira aparição do Flama Humana em quase 50 anos. Na verdade, esta é a segunda aparição dele, já que ele havia participado apenas de uma única história até hoje, na qual ele é comicamente derrotado pelo Caçador de Marte em Detective Comics #274.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com